Resenha: Morte Súbita – J.K.Rowling

Título: Morte Súbita
Autor(a): J.K Rowling
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 501

Sinopse: Quando Barry FairBrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque. A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra. Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos. Pagford não é o que parece ser à primeira vista. A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas? Com muito humor negro, instigante e constantemente surpreendente, “The Casual Vacancy” é o primeiro livro para adultos de J.K. Rowling. – via Skoob


Barry Fairbrother, um importante membro do conselho da pequena cidade de Pagford e defensor dos pobres que vivem em um bairro vizinho, morre de repente aos quarenta e poucos anos. Sua morte é recebida com pesar por aqueles que Barry ajudava e com alívio e alegria pelos seus inimigos no conselho, principalmente Howard Mollison.

Logo que recebe a notícia, Howard já começa a preparar o filho para a campanha ao cargo vago de Barry, o que parecia ser uma vitória fácil se complica quando outros moradores da cidade decidem entram na briga pelo conselho e na tentativa de tirar um ao outro da jogada, vários segredos de Pagford são revelados.

Eu comprei esse livro logo que ele foi lançado em 2012 e tentei começar a ler por 5 vezes e em todas elas eu parava em algum lugar entre as primeiras 100 páginas. Então finalmente tomei vergonha na cara e me obriguei a passar dessas páginas, e grazadeus que eu fiz isso porque é um livro extremamente bem escrito e com personagens cativantes. Ao final da leitura eu já me sentia uma moradora de Pagford pronta para saber as mais absurdas fofocas da cidade.

Não é a primeira vez que falo isso aqui e vou repetir: o ponto forte dos livros da J.K Rowling são os personagens e não a trama. A trama que prende o leitor é uma consequência de personagens super bem desenvolvidos, eu leio os livros dela não apenas pela história que ela está contando e sim porque eu PRECISO saber o que vai acontecer com aquelas pessoas.

Em “Morte Súbita”, a autora conseguiu transformar a cidade em protagonista, contando a história através de vários pontos de vista, ela cria um panorama sócio econômico de Pagford e faz o leitor entender os problemas que aquela cidadezinha tem e assim tomar partido junto com os vários moradores.

A grande sacada do livro é mostrar que nem tudo é o que parecer ser, casais que parecem perfeitos quando estão em público nem se falam em casa, agressores em casa são quietos quando estão no trabalho e assim os segredos e mentiras vão se acumulando. A morte de Barry cria uma bola de neve que vai crescendo com os segredos de Pagford até que isso tudo se torna grande demais e é impossível evitar uma tragédia.

Me arrependo de não ter lido antes esse livro, mas antes tarde do que nunca, né? E fica a dica de mais um livro da rainha J.K Rowling para vocês

4/5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s