Resenha: Yes, Please – Amy Poehler

amy-poehler
Título: Yes, Please
Autora: Amy Poehler
Editora: HarperCollins
Páginas: 288

Sinopse: In Amy Poehler’s highly anticipated first book, Yes Please, she offers up a big juicy stew of personal stories, funny bits on sex and love and friendship and parenthood and real life advice (some useful, some not so much), like when to be funny and when to be serious. Powered by Amy’s charming and hilarious, biting yet wise voice, Yes Please is a book is full of words to live by.


Para quem não sabe, Amy Poehler’s é a Leslie de Parks and Recreation, uma famosa série de comédia dos EUA.


“Yes, Please” é sua auto biografia com algumas dicas divertidas, a autora fala sobre seu passado, como ela desde criança tinha o dom de improvisar e atuar, levando ela a participar de peças e se mudar para Nova York em busca te mais oportunidades, ela fala detalhadamente de sua relação com a comédia e seu amor pelo improviso.

“The pressure of “What are you going to do?” makes everybody feel like they haven’t done anything yet”

Esse livro não segue uma linha cronológica dos acontecimentos, vira e mexe a autora retoma seu passado e depois muda para outros assuntos. Amy fala sobre sua família, seus pais e seus filhos, seus melhores amigos e companheiros de trabalho, sua gravidez e principalmente da carreira construída no Saturday Night Live.

“It’s easier to be brave when you’re not alone”

A narrativa é bem fluída e divertida, é como se eu estivesse sentada em um bar conversando com Amy Poehler, também fiquei com muita vontade de conhecer mais o trabalho dela, pois antes de ler o livro sabia pouquíssimo sobre sua vida.

“Emotions are like passing storms, and you have to remind yourself that it won’t rain forever”

O legal é que Amy não tem papas na língua, ela escreve da forma que falaria pessoalmente e trata de assuntos embaraçosos da sua vida, suas relações e até mesmo experiências com drogas, tudo isso sem perder a leveza e o humor, que é o que guia esse “bate-papo” entre a autora e o leitor.

Poehler ralou muito para chegar aonde está e ama o seu trabalho, ela deixa bem claro que sempre trabalhou até de madrugada sem reclamar, pois sua carreira é tudo pra ela.
Também gostei muito do capítulo em que ela fala mais sobre os seus filhos, derreteu meu coração ❤

Em “Yes, Please” temos a certeza de que nós mulheres podemos sim construir uma carreira, ter filhos e sermos felizes, sem julgamentos.

“Don’t get undressed and start pointing out your flaws or apologizing for things you think are wrong with your body”

4/5

4/5

postpor

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s