Resenha: O sol é para todos – harper lee

Sol e para todos.inddTítulo: O Sol É Para Todos
Autor(a): Harper Lee
Editora: José Olympio
Páginas: 350

Sinopse: Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. O sol é para todos, com seu texto forte, melodramático, sutil, cômico (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações. –Via Skoob


“O Sol é Para Todos” se passa no final dos anos 30 e é narrado por Scout, uma menina filha de um advogado que numa discussão com o irmão mais velho, Jem, tenta descobrir o motivo do garoto quebrar o braço. Nessa busca por um motivo Scout volta um pouco no tempo e começa a contar a história sobre como a vida deles mudou depois que o pai, Atticus, defendeu Tom, um negro nos tribunais da cidade.

No começo os dois irmãos levavam uma vida normal, se encontrando com um amigo que só os visitava nas férias e tentando descobrir o mistério da casa dos Radley onde morava Boo, um homem que estranhamente nunca saia de casa. Tudo ia bem até que Atticus passa a defender um homem negro acusado de estuprar uma mulher. As crianças passam a sofrer ofensas doa amigos e não entendem porque o pai está fazendo isso e demoram a perceber que na verdade ele está apenas buscando justiça para um inocente.

Os personagens são apaixonantes, Scout é aquela criança mais inteligente que muito adulto por aí, Jem é o típico adolescente com mudanças de humor a cada 5 segundos, mas mesmo assim não hesita em proteger a família. Tive vontade de abraçar o Atticus durante todo o livro, ele é o tipo de pessoa que não mede esforços na hora de lutar pelo que acredita ser o certo.

É sempre difícil ler um clássico (apesar desse ser mais recente) e me surpreendi com a facilidade que o livro fluiu e em como de algumas maneiras ele é atual até hoje principalmente na forma como a sociedade lida com o preconceito.

O livro lida com um tema difícil, o racismo, que naquela época e região dos Estados Unidas era ainda mais intenso, o grande diferencial é a narração feita por Scout, uma criança que no começo não entende o porquê de tantas ofensas só por causa da cor da pele do cliente de seu pai e ao longo da trama vemos o desenvolvimento da personagem. A simplicidade e inocência do pensamento de uma criança faz do livro algo complemente novo e mágico.

“O Sol é Para Todos” é o tipo de livro que todo mundo deveria ler, um livro que mostra as piores coisas que um ser humano pode fazer, mas que ao mesmo tempo deixa aquele pensamento de que nem tudo está perdido.

5/5

5/5

postporrrrr

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: O sol é para todos – harper lee

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s