Resenha: Minha Metade Silenciosa – Andrew Smith

DSC_0002
Stark McClellan tem 14 anos. Por ser muito alto e magro, tem o apelido de Palito, mas sofre bullying mesmo porque é “deformado”, já que nasceu apenas com uma orelha. Seu irmão mais velho, Bosten, o defende em qualquer situação, porém ambos não conseguem se proteger de seus pais abusivos, que os castigam violentamente quase todos os dias. Ao enfrentar as dificuldades da adolescência estando em um lar hostil e sem afeto – com o agravante de se achar uma aberração –, o garoto tem na amizade e no apoio do irmão sua referência de amor, e é com ela que ambos sobrevivem.
Um dia, porém, um episódio faz azedar terrivelmente a relação entre Bosten e o pai. Para fugir de sua ira, o rapaz se vê obrigado a ir embora de casa, e desaparece no mundo. Palito precisa encontrá-lo, ou nunca se sentirá completo novamente. A busca se transforma em um ritual de passagem rumo ao amadurecimento, no qual ele conhece gente má, mas também pessoas boas. via skoob

Palito tem só 13 anos no início do livro, um garoto alto e magro com uma só orelha que vê no seu irmão mais velho, um grande amigo.
As coisas não são fáceis para os dois, pois em casa eles sofrem com as regras abusivas e agressões de seus pais, mas quando estão juntos, os irmãos fazem de tudo para se divertir e esquecer a vida difícil que levam.

O livro é narrado em primeira pessoa pelo próprio Palito, e no decorrer da história vemos o quão ele se sente deslocado por ter nascido só com uma orelha; apesar de pessoas ruins que cercam a vida dele, existem pessoas que são muito boas com ele e seu irmão Bosten, como a melhor amiga de Palito, Emily e sua tia Dhalia.

Eu simplesmente amei esse livro, me envolvi muito com os personagens e eu queria ser amiga do Palito. Muitas pessoas podem achar que esse é o típico livro que faz chorar mas não é, e isso me agradou muito porque a leitura é muito leve e é uma história que mostra realmente a mente de um garoto adolescente.

“E eu passo tão despercebido quanto uma lata de milho”

DSC_0007
Muitas vezes fiquei nervosa pelos personagens que eu tanto gostei, terem que passar por momentos tão difíceis, assim como também me senti aliviada em ver que existem pessoas boas que ajudaram e fizeram de tudo para dar amor e carinho pra eles.
O amor que Bosten demonstra por seu irmão mais novo é lindo, eles passam por dificuldades e também por momentos lindos juntos.

“O que mais eu tinha na vida além de Bosten?”

“Minha Metade Silenciosa” é um livro que não só aborda uma deficiência de um garoto, mas também (e principalmente) como é a vida de um adolescente e conflitos familiares graves que merecem atenção, muitos assuntos importantes surgem na narrativa, como homossexualismo, descobertas sexuais e baixo auto estima.

“Acho que, às vezes, coisas que parecem muito importantes tomam outro aspecto quando a gente se vira e olha de novo alguns quilômetros adiante.”

5/5

5/5

stickpost

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s