Resenha: Cartas de Amor aos Mortos – Ava Dellaira

“Você pode achar que quer ser salva por outra pessoa, ou que quer muito salvar alguém. Mas ninguém pode salvar ninguém, não de verdade. Não de si mesmo.

IMG_2474

Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop
apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.

Quando comecei a ler cartas de amor eu esperava um livro bobinho, em que a personagem principal reclamaria da vida em todas as páginas. Eu estava errada. Tipo muito errada.

Sim ela reclama bastante, mas pelos motivos certos. É uma historia que mexe com você, te faz parar pra pensar que cada coisa que você faz afeta não só você, mas todas as pessoas que você conhece. Eu gostei bastante.

IMG_2475

O livro é contado por cartas para famosos que já morreram. Pelo que eu percebi o “tema” de cada carta tem a ver com a vida do famoso, as cartas para o Kurt Cobain são sobre os sentimentos dela, as para a Amy Winehouse focam nas partes em que ela bebe e por ai vai.

Sabemos só de ler a sinopse que a irmã da Laurel morreu mas não sabemos como, e esse é o ponto principal do livro. É o desenvolvimento da Laurel até ela se sentir pronta para contar para alguém o que aconteceu com a sua irmã e com ela mesma.

 “Era um mundo cheio de sentimentos para os quais eu não tinha palavras.

A Laurel é uma personagem que eu gostei, não entrou nas minhas favoritas mas gostei bastante, entendi os motivos para ela reclamar e tentar se explicar toda hora. Ela conhecia uma vida e de repente tudo muda para o pior cenário possível. Eu iria reclamar mil vezes mais que ela.

Os outros personagens são todos uns fofos e cada um tem seus problemas e ensinam a Laurel a lidar com os dela. Fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre o namorado dela, o Sky, ele é muito lindo e todo preocupado e até chega a contar um pouco sobre ele mas queria conhecer ele melhor.

Quando olho para Sky lembro que o ar não é apenas algo que existe, mas que se respira.

É um livro triste e ao mesmo tempo feliz, porque a personagem está numa situação péssima e não consegue entender direito como ela chegou lá, mas ela vai colocando sentido nas coisas e com o tempo vai se acostumando e aprendendo a lidar com o que ela tem.

Vale muito a pena ler e ter essa capa linda na estante.

Todos nós queremos ser alguém, mas temos medo de descobrir que não somos tão bons quanto todo mundo imagina que somos.

5/5

5/5

cartaspost2

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: Cartas de Amor aos Mortos – Ava Dellaira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s