Resenha: Alerta de Risco – Neil Gaiman

capa_alertaderisco_imgTítulo: Alerta de Risco
Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Páginas: 304

Sinopse: Uma rica coletânea de histórias de terror e de fantasmas, ficção científica e conto de fadas, fábula e poesia que exploram o poder da imaginação. Em “História de aventura”, Gaiman pondera sobre a morte e sobre como, ao morrer, as pessoas levam consigo suas histórias. No suspense “Caso de morte e mel”, ele nos presenteia com sua versão do mundo de Sherlock Holmes. Em “A Bela e a Adormecida”, duas conhecidas personagens de contos de fadas têm suas histórias entrelaçadas em uma releitura bastante original. “Hora nenhuma” é um conto muito especial sobre Doctor Who, escrita para o quinquagésimo aniversário da série de tevê, em 2013. E há também um conto escrito exclusivamente para esta coletânea: “Cão negro”, que revisita o mundo de Deuses americanos ao narrar um episódio que envolve Shadow Moon em um bar durante seu retorno aos Estados Unidos. – via Skoob


“Alerta de Risco” é uma coletânea de contos e algumas poesias que Gaiman escreveu nos últimos anos. Não são histórias escritas apenas para esse livro e sim textos que ele foi escrevendo a pedidos de editoras, revistas e amigos por isso essas histórias não tem um tema em comum. Alguns dos contos do livro foram publicados separadamente em edições especiais.

“A verdade é uma caverna nas montanhas negras” ganhou uma edição inteiramente ilustrada e uma pequena turnê com o Gaiman lendo a história para os fãs, o conto é sombrio e traz o que o autor sabe fazer de melhor: criar uma história cheia de magia com personagens únicos e assim deixar uma sensação de encantamento no leitor.

“A Bela e a Adormecida” é uma releitura de dois contos de fadas clássicos: a Bela Adormecida e Branca de Neve. O conto traz as princesas de um jeito diferente do que conhecemos e se tornou uma das melhores releituras que já li na vida além disso a edição ilustrada é maravilhosa.

O conto inspirado na série Doctor Who chamado “Hora Nenhuma” foi publicado no especial de 50 anos da série e é minha história favorita do Doctor. Vale a pena ser lido até por quem não é fã da série.

Todos os contos são bons e mostram como Gaiman arrasa escrevendo em qualquer estilo seja fantasia, mistério, terror e até romance policial. No início do livro vem uma explicação e algumas curiosidades sobre cada um dos contos e isso torna a leitura mais interessante mesmo sendo algo tão simples.

O livro é obrigatório para todos os fãs do autor e para quem quer ler Gaiman, mas não sabe por onde começar, “Alerta de Risco” é um ótimo ponto de partida. #ficaadica

5/5

5/5

postporrrrr

Sobre personagens (muito) bem construídos

O que é um personagem bem construído? na minha opinião é aquele personagem humano, com falhas, defeitos e qualidades como qualquer outra pessoa, alguém que seja profundo e ambiente o leitor na vida dele, como se fosse um amigo (ou inimigo), listei alguns que eu acho incríveis:

1. Liévin (Anna Kariênnina)

2928931
Esse sem dúvidas é um dos personagens mais bem construídos que eu já vi, Tolstoi tem o poder de incrível de tornar seus personagens reais, mas Levin é mais do que real, é como se saísse das páginas e nos contasse seus anseios e prazeres com sua vida simples no campo, personagem incrível e muito real, apaixonado de forma intensa por tudo o que lhe agrada, um dos meus prediletos… vira e mexe da aquela vontade de abraçar o Levin e dizer “calma amigo, vai ficar tudo bem”


2. Alex (Laranja Mecânica)

images-livrariasaraiva-com-br
Alex é considerado um anti herói complexo, se você só assistiu o filme talvez não entenda o quão bem construído é esse personagem, Anthony Burgess criou um cara completamente rebelde, que faz coisas horríveis mas que ainda assim conquista o leitor de forma bizarra, ele merece estar nessa lista sem dúvidas.


3. Devin Jones (Joyland)

joyland-stephen-king-suma-de-letras
Estamos falando do mestre em criar personagens, Stephen King, e com o Devin do livro “Joyland” não poderia ser diferente, desde o início o personagem demonstra uma grande simpatia e ele é tão bem construído, tão humano que não sei como explicar mas sei que ele merece estar nessa lista apenas por sua grandiosidade.

4. Tyler Durden (Clube da Luta)

livro-clube-da-luta-chuck-palahniuk-pdf-mobi-ler-online
Embora eu ache que Chuck Palahniuk poderia ter escrito Clube da Luta de forma mais detalhada temos aqui um dos personagens mais complexos e interessantes de todos os tempos, é claro que a adaptação para o cinema e a incrível atuação de Brad Pitt ajudou na construção desse personagem complexo e muito bem construído, amo/sou.

É isso, espero que tenham gostado da lista!
Beijos,

postpor

Resenha: The Heart Of Betrayal – Mary E. Pearson

the-heart-of-betrayal-capa-01Título: The Heart of Betrayal
Autor(a): Mary E. Pearson
Editora: Darkside Books
Páginas: 402

Sinopse: Lia e Rafe estão presos no reino barbárico de Venda e têm poucas chances de escapar. Desesperado para salvar a vida da princesa, Kaden revelou ao Vendan Komizar que Lia tem um dom poderoso, fazendo crescer o interesse do Komizar por ela. Enquanto isso, as linhas de amor e ódio vão se definindo. Todos mentiram. Rafe, Kaden e Lia esconderam segredos, mas a bondade ainda habita o coração até dos personagens mais sombrios. E os Vendans, que Lia sempre pensou serem selvagens, desconstroem os preconceitos da princesa, que agora cria uma aliança inesperada com eles. Lutando com sua alta educação, seu dom e sua percepção sobre si mesma, Lia precisa fazer escolhas poderosas que vão afetar profundamente sua família… e seu próprio destino. – via Skoob


ATENÇÃO: POSSÍVEIS SPOILERS PARA “THE KISS OF DECEPTION”

 

Chegando em Venda, Lia e Rafe são tratados como prisioneiros, mas ainda conseguem evitar a morte devido a mentira que Kaden contou de que eles são de extrema importância para o Komizar. Lia e Rafe mentem cada vez mais na tentativa de ganhar um pouco de liberdade e conseguir criar um plano de fuga para finalmente ficarem juntos.

Lia começa a conhecer Venda e percebe que os vendanos são apenas pessoas tentando viver suas vidas em uma situação extremamente ruim e que na verdade eles não são os bárbaros que ela pensou que seriam, por isso ela cria uma ligação cada vez maior com eles na esperança de ajudá-los. Enquanto isso, Kaden percebe que está cada vez mais apaixonado por Lia e se dispõe a arriscar a própria vida para que ela sofra o menos possível nas mãos do Komizar.

“The Heart Of Betrayal” teria tudo para ser sobre Lia escolhendo se fica em Venda com Kaden ou se foge com o príncipe encantado Rafe. E grazadeus esse livro não é sobre isso. As escolhas de Lia são muito maiores do que decidir qual mozão ela quer, ela tem que escolher entre ficar e ajudar aquele povo com seu dom recém descoberto ou fugir na tentativa de chegar em casa para evitar uma guerra iminente entre os reinos.

No livro anterior Lia queria ser normal e ficava no draminha de ter abandonado tudo que ela conhecia e blá blá blá, já esse livro é mais político e traz uma protagonista que evoluiu muito e passou a tomar decisões inteligentes e aceitar as consequências sem reclamar. A diferença entre os livros é gritante, parece que a autora baixou as nossas expectativas com o livro anterior para poder dar um tapa na cara gigantesco a cada capítulo de “The Heart of Betrayal”. Amei isso.

Para quem está achando que não tem romance, fiquem calmos porque tem romance sim. E se reclamar vai ter dois boys para escolher. Que Rafe e Kaden são fofos e apaixonantes a gente já sabe, mas nesse livro eles se superaram e me deixaram na dúvida de quem eu gosto mais.

Em geral é um livro muito bom com um final capaz de deixar qualquer um no chão e que jogou minha expectativa para o último livro lá no alto.

5/5

5/5

postporrrrr

Lidos e Comprados de agosto

Agosto finalmente acabou!!! Até agora não sei se agosto foi apenas um mês ou se foi um ano inteiro, o que importa é que li oito livros e quase todos foram maravilhosos. Para completar a felicidade várias lojas estavam com promoções incríveis e eu não tinha estruturas para resistir a livros novos.

As leituras do mês:

lidos agosto

“Illuminae” tem um formato de narrativa fora do comum e uma trama viciante com personagens únicos que me deixaram com a expectativa lá no alto para o próximo livro. Ao contrário da grande maioria dos fãs eu até que gostei de “Harry Potter and The Cursed Child”, o roteiro tem uma história bem diferente da saga e mesmo com alguns furos, o livro me encantou pelos personagens e deixou aquela sensação de ter voltado para Hogwarts mais uma vez. “Alucinadamente Feliz” é um livro que trata sobre depressão e outros transtornos mentais, mas a autora é tão engraçada que um livro que tinha tudo para ser tenso me fez gargalhar muito. Recomendadíssimo.

Aí veio a única decepção do mês também conhecida como “Os Bons Segredos”, tinha muitas expectativas para esse livro, mas os personagens chatos e uma trama sem sentido nenhum transformaram a leitura num teste de resistência. Na eterna tentativa de deixar as series em dia li “Dez Mil Pedaços de Você” e gostei mais desse do que do primeiro livro e acredito que o próximo tenha tudo para ser uma ótima conclusão.

A grande surpresa do mês ficou por conta de “Na Estrada Jellicoe”, li porque achei a capa bonita e mal sabia a sinopse, porém a cada página o livro me surpreendia e amei a história bem mais que a capa. “The Heart of Betrayal” é mil vezes melhor que “The Kiss of Deception” e me deixou no chão chorando em posição fetal (EU PRE-CI-SO DO PROXIMO LIVRO NESSE INSTANTE). Para fechar o mês com chave de ouro “Alerta de Risco” tem contos incríveis com aquela magia que só Gaiman é capaz de escrever.

Benza deus as promoções desse finzinho de agosto, era um preço melhor que o outro e eu queria tudo, mas acredito que escolhi livros legais.

As comprinhas:

comprados agosto

Espero que as leituras de vocês tenham sido ótimas.❤

postporrrrr

Resenha: Pílulas Azuis – Frederik Peeters (HQ)

DSC_0738
Nesta narrativa gráfica pessoal e de rara pureza, por meio de um roteiro simples e de temas universais (o amor, a morte), Frederik Peeters conta sobre seu encontro e sua história com Cati, envolvendo o vírus ignóbil que entra em cena e muda tudo, e todas as emoções contraditórias que ele tem de aprender a gerenciar: amor, raiva, compaixão. Pílulas azuis nos permite acompanhar, sem nenhum vestígio de sentimentalismo, através de um prisma raramente (senão nunca) abordado, o cotidiano de uma relação cingida pelo HIV, sem deixar de lançar algumas verdades duras e surpreendentes sobre o assunto. Apesar da seriedade do tema, Pílulas azuis é uma obra cheia de leveza e humor. Não é à toa que é considerada por muitos a obra-prima de Frederik Peeters. Uma das mais belas histórias de amor já publicadas. via skoob


A HQ conta a história real de Frederik e Cati, eles se conhecem através de um grupo de amigos, vivem se encontrando e reencontrando até que um dia tudo muda, eles ficam e percebem que realmente gostam um do outro, ambos querem assumir um relacionamento, Cati já tem um filho pequeno.

Mas Cati precisa dizer algo muito sério a Frederick, ela é soro positivo e seu filho também, quando recebe a notícia Fred age de forma bem pacífica e diz que quer continuar com ela mas por dentro ele está pirando totalmente.

A HQ é a jornada do casal, como eles convivem com a doença da Cati e como precisam lidar com isso, os anseios e medos, dúvidas entre outras coisas.

Com relação a arte, os traços são bem fortes, em alguns momentos confusos mas acredito que se encaixou bem de acordo com a história e o texto/diálogos. A edição está linda, a Nemo caprichou.

DSC_0743
DSC_0742
O que me impressionou foi em como a sociedade é preconceituosa por falta de informação, vi que muitas coisas que eu achava que era de um jeito, são de outro, o próprio casal desconhecia de tanta informação e foram adquirindo experiência com o tempo.

Pílulas Azuis mostra que o amor pode sim superar grandes dificuldades e que a sociedade precisa de uma educação melhor, precisamos quebrar esses estereótipos e preconceitos que temos com os portadores de HIV, pois eles são pessoas comuns, vivem normalmente e fazem sexo normalmente, ninguém vai sair infectado do nada por aí, o buraco é muito mais embaixo e a HQ da vida nada fácil desse casal chega a ser educativa.

Sensível e Reflexiva, Pílulas Azuis é incrível e merece ser lida.

5/5

5/5

postpor

 

Resenha: Na Estrada Jellicoe – Melina Marchetta

CAPA-Na-Estrada-JellicoeTítulo: Na Estrada Jellicoe
Autor(a): Melina Marchetta
Editora: Seguinte
Páginas: 296

Sinopse:  A pequena cidade de Jellicoe, na Austrália, vive uma guerra territorial travada entre três grupos: os estudantes do internato, os adolescentes da cidade e os alunos de uma escola militar que acampa na região uma vez por ano. Taylor é líder de um dos dormitórios do internato e foi escolhida para representar seus colegas nessa disputa. Mas a garota não precisa apenas liderar negociações: ela vai ter que enfrentar seu passado misterioso e criar coragem para finalmente tentar compreender por que foi abandonada pela mãe na estrada Jellicoe quando era criança. Hannah, a única adulta em quem Taylor confia e que poderia ajudar, desaparece repentinamente e a pista sobre seu paradeiro é um manuscrito que narra a história de cinco crianças que viveram em Jellicoe dezoito anos atrás. – via skoob


Taylor é uma garota que vive na Escola Jellicoe desde que era pequena e foi escolhida para liderar os estudantes nas guerras territoriais travadas todos os anos quando os cadetes de uma escola militar chegam na pequena cidade de Jellicoe. Além dos estudantes e dos cadetes, as guerras territoriais também têm a participação dos adolescentes que vivem na cidade, as guerras tem regras escritas dezoito anos atrás e que devem ser seguidas pelos líderes de cada grupo e ganha quem conseguir todos os territórios, mas isso nunca aconteceu.

Com a chegada dos cadetes, Taylor se vê e uma situação difícil já que ninguém confia nela como líder, sua mentora Hannah desapareceu misteriosamente e o líder dos cadetes é um garoto com quem ela tem uma história complicada. Enquanto busca pistas sobre o desaparecimento de Hannah, Taylor acha um manuscrito contando a vida de cinco garotos que viveram em Jellicoe dezoito anos atrás e nem tudo que está escrito ali parece ser ficção.

“It’s funny how you can forget everything except people loving you. Maybe that’s why humans find it so hard getting over love affairs. It’s not the pain they’re getting over, it’s the love.”

Mais um livro da lista “Li porque a capa é bonita” e esse felizmente me surpreendeu bastante e eu amei os personagens e a trama. Confesso que no começo quase desisti porque tudo é muito confuso, a história de Taylor e o manuscrito são contados praticamente ao mesmo tempo e são muitos personagens para entender de uma vez só. Mas aos poucos a trama vai se revelando, Taylor explica as guerras territoriais e os personagens secundários vão ganhando vida e acabam se tornando tão importante quanto a protagonista.

É um livro que exige paciência e atenção (pelo menos no começo) e tudo isso é recompensado com uma história cheia de reviravoltas, personagens marcantes e aquela sensação mágica que só um livro muito amorzinho consegue deixar. São livros assim que me lembram dos motivos do meu amor pela leitura❤

5/5

5/5

postporrrrr

Resenha: Dez Mil Céus Sobre Você – Claudia Gray

Dez-mil-ceus-sobre-voceTítulo: Dez Mil Céus Sobre Você
Autor(a): Claudia Gray
Editora: Agir Now
Páginas: 336

Sinopse: MARGUERITE CAINE fez o impossível, viajando por dimensões alternativas com o Firebird — uma invenção brilhante criada por seus pais, seu namorado, Paul, e o amigo da família, Theo. Mas ela também chamou a atenção de inimigos poderosos, dispostos a seqüestrar, chantagear e até matar para usar os poderes do Firebird para propósitos escusos. Quando a alma de Paul é dividida em quatro fragmentos — que se encontram presos dentro de Pauls em outras dimensões —, Marguerite fará qualquer coisa e irá a qualquer lugar para salvá-lo. Mas o preço de seu retorno em segurança é alto. Se ela não sabotar os próprios pais em múltiplos universos, Paul vai continuar perdido para sempre. Mas Marguerite acredita que é possível salvar seu amor sem sacrificar a família, e para isso pede a ajuda do brilhante Theo. Os dois criam um plano para recuperar Paul e o Firebird, mas para que ele dê certo eles precisarão superar um concorrente genial e vão colocar em risco não só sua vida mas também a de todas as versões de si mesmos em várias dimensões. – via Skoob


ATENÇÃO: SPOILERS PARA O LIVRO ANTERIOR

O livro começa um pouco depois de onde o anterior terminou, Marguerite e sua família precisam lidar com as consequências causadas pelas viagens entre as dimensões e provar que o brilhante empresário Conley quer roubar o projeto Firebird. Mas antes que eles possam bolar um plano, Theo começa a passar mal e a cura para a sua doença está em outro universo. Paul sai em busca da cura, mas é pego por Conley que divide a alma dele em quatro fragmentos espalhados por quatro universos diferentes. Ufa! Quanto problema.

Marguerite encontra Conley e descobre que ela terá que destruir o trabalho de seus pais em todos os universos em que for resgatar um fragmento da alma de Paul, mas ela quer achar um jeito de salvar tanto as pesquisas quanto Paul e para isso ela vai precisar de alguém que consiga enganar Conley e Theo mesmo doente vai ajudá-la.

“Dez mil céus sobre você” sofre do mesmo problema do livro anterior. Tem momentos de muita ação em que não conseguia parar de ler e momentos (enormes) em que a história é completamente arrastada e me dava vontade de abandonar o livro, mesmo assim é um livro muito bom. A autora não perde tempo para explicar de novo como o Firebird funciona e por isso a trama parece que flui melhor e se torna mais inteligente e desenvolvida.

Theo e Paul ganham mais espaço e deixam de ser apenas coadjuvantes no triangulo amoroso de Marguerite, que finalmente decide acabar com a palhaçada e escolher Paul. Marguerite tinha tudo para ser uma boa protagonista e em alguns momentos tive esperança de realmente gostar dela, mas ela começou a sofrer daquele problema de achar que só ela pode salvar todo mundo e na verdade ela só complica as coisas ainda mais.

No geral é uma boa continuação e apesar de resolver alguns problemas que o livro anterior deixou, ainda existem muitas questões para serem respondidas no próximo livro.

4/5

4/5

postporrrrr